quinta-feira, junho 19, 2008

AS MENTIRAS QUE OS HOMENS CONTAM


Por Letícia Vidica

A gente bem que tenta, mas eles sempre inventam uma desculpinha nova. Quando a gente acha que já está vacinada a todos os tipos de desculpas típicas dos homens, eles fazem um novo MBA e mandam uma nova, que você só percebe que é mentira muuuuito tempo depois.

Eu já caí em muitas desculpas típicas, do tipo: ´Você é a mulher da minha vida´, ´Juro que vou te ligar amanhã´, ´Ninguém nunca me deixou assim´, ´Eu não tenho namorada ou eu não sou casado´, dentre tantas outras que eu passaria séculos aqui contando.

Cansei de ficar com cara de besta, fula da vida, me empanturrando de doces e engordando só porque um filho da mãe inventou mais uma desculpa para mim. Por isso, resolvi dividir a minha angústia com você, cara leitora, e contar algumas das desculpinhas que eu (estúpida!) já caí.

******************************

O Murilo era o rei das mentiras e o pior é que eu caía em todas. Por mais alertada e esperta - que eu achava que era - ele sempre conseguia inventar uma nova. Pior ainda é quando eu descobria a mentira e ele inventava outra para justificá-la e eu caía também.

A gente se conheceu através de um amigo em comum e logo de cara ele já me mandou uma típica. Implorou o meu telefone,o meu email, o meu MSN, meu celular, meu perfil no Orkut e jurou por todos os santos que me ligaria assim que o sol raiasse. E eu? Nem dormi a noite toda e o resto dos 3 meses seguintes esperando ele ligar.

Quando eu já estava desistindo de esperar, ele me ligou. Como se nada tivesse acontecido e como se aqueles 3 meses de longa espera não existissem. Quando ouvi a sua voz no telefone a minha vontade era de entrar pelo fio e trucidá-lo, mas mais uma vez ele me enganou e eu aceitei o convite para jantar.

Ele sempre ficava de marcar os encontros e cada hora era um compromisso diferente. Quando eu convidava, também nunca rolava. Até que eu cansei disso e resolvi acabar o que nem existia. Ele jurou de pés juntos que me adorava, que não queria me perder e que queria continuar. Dei mais uma chance, mas... me dei mal. Descobri que o cara tinha duas namoradas (fixas!) e fazia o maior jogo de cintura para administrar as duas e queria me enfiar no meio desse triângulo amoroso... caí fora - já machucada, iludida e mais uma vez enganada.

*********************************************

Depois dele, muitos outros passaram pela minha vida e jogaram os mesmos xavecos. Uns menos habilidosos na arte de mentir, eu conseguia perceber e cair fora. Quando não estava muito interessada, fingia que caía. Mas sempre tem um que se dá melhor na arte de mentir e aparece na sua vida.

O melhor lugar para dividir a minha fúria e contar sobre as mentiras que eu caí era às sextas-feiras no bar do Pedrão. Junto com as minhas amigas - que também caíam na rede da mentira - eu me consolava.

- E o Juca, Betina?
- Nem me fale daquele desgraçado, Diana.
- Ué, mas o cara não era o máximo e blablablá?
- Era, mas acredita que ele tem um filho e não me falou nada?
- Jura?! Mas qual o problema de ter um filho.
- Nenhum se ele ainda não morasse com a ex mulher. O cara queria era um teto para morar. Descobri que ele tá se separando da ex e como não tinha onde cair morto, resolveu me seduzir e acampar na minha casa.
- Homem é tudo igual né? Acredita que o Luís Otávio me ligou ontem à noite cancelando o nosso encontro porque estava com dor de cabeça. Eu, idiota, acreditei e não é que ele foi pra balada?
- E como vocês descobriu, Li?
- Ah, eu não queria ficar em casa, Bê, e resolvi ir dar uma volta. Flagrei o desgraçado saindo do prédio dele todo perfumadinho. Ainda teve a cara de pau de dizer que estava indo na farmácia? De camisa engomada e perfume novo?!
- Ai, amigas, não tem jeito, por mais que a gente tente e ache que estamos vacinada contra essas mentiras sempre vem mais uma.
- O nosso mal, Di, é se deixar levar. A gente é muito boba. Se apaixona de cara e depois sempre quebra a cara.

Passamos a noite toda a contar as mentiras que nós já tínhamos caído. Era bom porque todo o ódio que a gente sentia daqueles mentirosos de plantão ia embora naquele instante.

O problema é que a gente podia cair em mais uma a qualquer instante.

Papo de Calcinha: E, você, em quais e quantas mentiras já caiu?

3 comentários:

vivian karen disse...

pois é meminaas a mentira que eu cair!rsss!tinha uma garota do trabalho dele, que ele dizia que ela dava em cima so dele!chamava a atençao dele na frente de todos!ai depois disso ele nao deixou mais eu pegar no tel dele!a menina começou a ligar toda hora mostrando numero ou suprimido tambem!certo dia eu peguei o cel dele e vi uma mensage dela,dizendo que tinha gostado do encontro deles e que tinha cido otimo!e ainda mandou beijo e saudade!ele ficou pasmo na hora!depois inventou um monte de desculpas foram logo tres!disse que foi engano!perdoei!depois na outra semana peguei o cel dele e vi um nome diferente com tres telefones!ai liguei,so que era nome de homem!mais dscobri depois que foi o mesmo nome da outra mensagem era o mesmo nome da mulher!ai descobri tudo meninas ele inventou que ela queria destroi nosso noivado,depois disse que mentiram e eu cair na conversa,depois disse que era o nome do amigo dele!fora muita mentiras!meu deus!ai terminei tudo com ele,e ainda mais estava muito ignorante comigo!

Anônimo disse...

Não sei em quantas já caí, às vezes nem dá pra saber. Mas, para mim, a maior e mais sofrida de todas foi quando meu primeiro namorado quis terminar o namoro.

Eu tinha 16 anos. No terceiro mês de namoro, ele inventou uma baita história de que ia embora para São Paulo porque queria estudar lá e tornar-se um grande músico. Começou fazer um monte de planos e nunca me incluía. Diante disso, ele quis terminar nosso namoro - pediu um "tempo" - para que ele pudesse se arranjar na vida e finalmente poderíamos voltar um dia. Ele até chorou.

E assim foi. Dois meses depois, descobri que ele estava com outra, uma moça de uma outra cidade em que ele e sua banda costumava tocar sempre. Até hoje tenho dúvidas se ele me traiu com ela, pois houve um momento, em que ele permaneceu naquela cidade e a banda toda retornou. Como justificativa pela demora, contou que resolveu ficar um pouco mais para ver um show de uns músicos que se apresentariam na cidade. Minha mãe desconfiou na lata que era mentira e até hoje ela tem implicância com ele.

Sei que demorei dois anos para finalmente me conformar que o tempo que ele me pediu nunca existiu. Eu soube por uma avó dele que ele havia contado que terminou comigo porque eu era muito cheia de "não me rele não me toque", que nem na mão eu deixava pegar - mentira. A partir disso, apesar da desconfiança, pude ter certeza de que o término do nosso namoro foi porque ele queria sexo e na época eu não estava em condições de lhe dar isso.

Enfim, me pergunto, às vezes, se não teria sido melhor a sinceridade da parte dele, se foi mesmo necessário toda essa história e se eu teria sofrido menos se ele me contasse a verdade.

Bem, ele chegou a ir para São Paulo e estudou em um conservatório lá, mas não durou muito. Hoje ele está casado e nunca mais nos vimos. Também nem sei qual seria a minha reação em reencontrá-lo, acho que me sentiria um pouco envergonhada (não me perguntem por que!). Sei que tudo o que se passou foi coisa de dois jovens imaturos que não sabiam lidar com a situação. No entanto, eu ainda sinto que algo não foi completamente resolvido, apesar de ter certeza de que hoje ele não seria a pessoa que eu quero para a minha vida, principalmente porque eu já a encontrei :-). Um marido fantástico o qual me surgiu de surpresa e superou minhas expectativas. E que de fato salvou a minha vida.

Anônimo disse...

Mentiraaaaaam o meu ex montou um enciclopedia esse é campeão..

O cara no começo tinha um monte de compromissos, cuidava do pai que era deficiente... (isso era verdade)

Depois tinha o problema de nossa idade 20 anos de diferença por isso nao me apresentava para a familia.

Desculpas para o FDS eram intercaladas uma hora era velorio de parentes distantes, outra hora ele teve uma virose.

Viagens a serviços na quinta e voltada no domingo,como ele era empresário nao tinha como controlar, saber se era verdade

No fim descobri que ele ainda saia com a ex- mulher e com a Amanteeee...

Um baita de um cara fino educado, cheio de gentilezas atencioso com mil mensagens , flores , e etc e descobro um canalhaaaa disfarçado

Ou seja um lobo na pele de carneiro