domingo, maio 04, 2014

OS PIORES ENCONTROS DO MUNDO


Por Letícia Vidica

- E aí, Betina, como foi o encontro como bofe ontem? - perguntava a curiosa da Lili em mais um happy hour de sexta das garotas super poderosas no bar do Pedrão.

- Uma merda! - respondia seca e friamente nossa amga Betina.

- Nossa, mas o que aconteceu? O advogado lá não era tudo de bom, estava cheio de amor para dar? - perguntei.

- Primeiro, ele está muito longe de ser um advogado. Está mais para estagiário...você acredita que a gente saiu para beber e o cara ficou bebendo água com gelo a noite toda?! Um duro.

- Eu não creio. Que coisa mais bizarra!

- Este acaba de entrar para minha black list dos piores encontros do mundo. Não quero vê-lo pintado nem de ouro... se precisar de mim para ser aprovado no estágio, eu reprovo. - finalizava o assunto com um gole brusco de caipirinha.

- Mas o que você esperava, Betina? Já te disse para parar de sair com esses garotões cheirando a leite. O máximo que eles vão poder te pagar é um MC lanche feliz. - eu respondia rindo.

- Isso. Podem me exorcizar mesmo. Eu mereço.

- Nossa, gente, não tem nada pior do que encontro ruim. Acho que só tem uma coisa que vence isso é transa ruim.

- Nossa, Diana, nem fala. Uma vez saí com um cara bombadão lá da minha academia. Todo metido a máquina de sexo. Na hora H, além de eu quase ter que chamar o Procon por propaganda enganosa, o malhadão não conseguiu concluir o serviço. Pior, ainda perguntou se eu gostei. Claro que eu fingi que sim, mas fiz questão de ir embora correndo de lá.

Caímos na gargalhada e pedimos mais uma rodada de caipirinhas com uma gordurosa porção de pastel.

- E você, Diana, qual foi o seu pior encontro? Vamos lá...a brincadeira tá ficando interessante. - instigava Betina.

- Hmmm... uma vez saí com um cara que era mais feminino do que eu...todo vaidoso, uma voz toda meiga e acreditam que ele usava saquinho plástico só para não sujar o tênis? Achei aquilo uó...brochei geral quando vi isso e o pior...acabamos indo parar num drive-in para conversar e, mesmo com as urradas do casal da cabine ao lado, o cara não fez nada e ainda tinha um papo chatíssimo. Agradeci por ele não ter me procurado mais.

- Ai, isso é péssimo. É claro que a gente gosta de um homem cheirosinho, bem arrumado, mas não precisa ser demais. Uma mão suja de graxa e uma jogada na parede não faz mal a ninguém. - ria Lili.

- Eu acho que os pseudos encontros perfeitos são os piores. Aqueles que parecem que serão perfeitos, mas aí uma frase mal dita ou uma desculpinha esfarrapada acaba com todo o clima. - eu completava.

- Lembrei que uma vez saí com um cara que pediu e comeu quase todo o cardápio do restaurante. Era uma draga. E o pior é que ele achava sexy ... que terrível! - dizia Betina.

- Mas pior que comer é a falta de assunto. Nada mais péssimo do que um assunto que não flui no primeiro encontro...aquele silêncio constante...ter que ficar fazendo interrogatório para um assunto fluir... muito chato!

Passamos a noite toda divagando sobre os piores encontro que já tivemos e rimos muito também. Quem nunca né?

PAPO DE CALCINHA: Qual foi o pior encontro que você já teve/

3 comentários:

Cássia Miranda disse...

Hahaha! Muito bom Leticia. Parabéns.
Acho que o pior encontro mesmo é aquele em você e o cara não tem nada em comum e a conversa não flui bem. Ou então ele é grosseiro, mal educado e coisas do tipo. Mas olha o lado bom, podemos dar altas risadas depois.

julio disse...

não sou o pedrão, e, sim, o julio ex-maluco. uma perguntinha só: vcs acham que não há menininha mala?

Ana Cláudia Marques disse...

Acho que o pior encontro que eu tive foi com um cara que eu tinha conhecido por correspondência (não, Internet não era muito comum, ainda) e marcado com ele no Centro da cidade.
Bom, depois que saímos do bar ele chamou um táxi, entrou e perguntou se eu não queria ir ao apê dele. Como eu não topei, mandou tocar o bonde e me largou na calçada sem me dizer um tchau... Patético, não?